Alceu Chaves 80 anos de idade mais de 30 de boa política em Paranaguá

Flamenguista apaixonado, ganhou uma camisa personalizada de seus 80 anos do fiel amigo Anderson Wanderci

Por já ter postado a reportagem da semana no blog com a boa iniciativa do vereador Jozias da Negui, em favor da mulher empreendedora, hoje, me vejo motivado quebrar a regra e falar de uma pessoa muito especial em minha vida e na da família.

Quero registar o aniversário de 80 anos do amigo de longa jornada e apoiador na área de comunicação, o parnanguara da gema, Alceu Claro Chaves, casado com Ana Maria Julião, pai de quatro filhos e avô de onze netos.

Com seis netos e o sétimo já por vir e nascerá guarapuavano, acho que ainda empato com ele, com meus seis filhos.

Quem faz jornalismo político, além de outras editorias, como eu, agora por aqui no blog, e teve a prazer e a oportunidade de ver o trabalho de Chaves na vida pública, sabe quem o que significa a expressão; “fazer a boa política”.  

Para os colegas mais novos, isto não significa se um político popular e querido na cidade, Estado e União, pelo contrário, hoje muitos usam e abusam deste avatar, para se eleger e reeleger sem responder com ações positivas inerentes ao cargo.

Na verdade, significa, sendo ou não simpático, ter atitudes, muitas vezes consideradas antipáticas, para fazer valer expressão, que nada mais é que trazer bons resultados para o povo, cidade, estado ou país. Isso é fazer boa política.

Alceu Chaves ao lado de sua bela família com filhos, netas, netos, genros e noras – Foto: Arquivo

Memória ignorada

Uma pena que há muitas gestões do passado nunca se investiu no registro da memória da história de nossa cidade, dos mais importantes setores, entre eles a política.  A nova geração desconhece os grandes heróis da bola política, como Chaves.

O Instituto Histórico Geográfico de Paranaguá -IHGP, dentro de suas limitações estruturais e de pessoal, já que todos são voluntários, tenta fazer sua parte. Mas ainda gota no oceano.

E para quem não conhece a história de vida empresária, de ações sociais e política deste querido aniversariante, quero trazer aqui um pouco do muito que foi e representou em Paranaguá.

O aniversariante começou trabalhar ainda adolescente, aos quinze anos de idade na Companhia de Armazéns Gerais Norte do Paraná – CIANORTE, onde permaneceu por 13 anos.

Deixou a empresa para fazer seu próprio negócio, aos 28 anos, quando fundou a loja Materiais de Construção Ivaí Ltda, que por 30 anos atendeu no prédio que fica diante da Rodoviária, onde hoje é o restaurante Laiza.

No trabalho social e classista, Alceu Chaves foi presidente do Conselho Deliberativo do Clube Atlético Seleto por oito gestões e do Clube Olímpico de Paranaguá no seu Jubileu de Ouro.

Foi presidente do Lions Clube de Paranaguá por duas gestões de 1983 e de 1984. Fundador da Associação dos Deficientes Auditivos de Paranaguá (ACEDA)

Prédio onde por três décadas, como empresário, Alceu Chaves, comandou a loja de Materiais de Construção Ivaí

Melhor presidente da ACIAP

Um legado que meu querido amigo deixou para seus sucessores como dirigente classista, nos mais de 30 anos na Diretoria da Associação Comercial Industrial e Agrícola de Paranaguá – ACIAP, onde hoje ocupa o cargo de Conselheiro Nato, foi a popularização da entidade, tradicionalmente elitista, ao aproximá-la dos parnanguaras trabalhando pelo desenvolvimento econômico e social da cidade.

Foi presidente por três gestões de 1997 até 2007 e, em minha opinião, o melhor presidente que a ACIAP já teve até hoje. 

Com sua marca registrada que é jamais ter medo de “cara feia” seja de quem fosse e fugir de desafios, na presidente da entidade, em 2006/2007, entrou com ações na Justiça Federal contra o Governo do Paraná, conseguindo que a soja transgênica fosse depositada no Silo Público do porto.

Conseguiu ainda sua exportação pelo nosso porto, o que ocorre até hoje. Não fosse essa atitude corajosa de enfrentar o governador Roberto Requião e o seu irmão superintendente do Porto, Eduardo Requião, estaríamos, hoje, a ver navios.

Com três mandatos como presidente, Chaves popularizou a ACIAP e foi o melhor dirigente que a entidade empresarial já teve

33 anos de boa política

Grato por tudo o que a Cidade Mãe do Paraná lhe proporcionou, o caminho da retribuição pela política foi algo natural em seus projetos de vida e, em 1988, foi eleito vereador pelo Partido da Frente Liberal (PFL), hoje, DEMOCRATAS, partido que ele fundou na cidade e único filiado até hoje.

Com tantos bons resultados obtidos no Legislativo para os parnanguaras e para cidade, além de uma postura sempre forte na fiscalização dos muitos prefeitos pelos quais passou, em 1992, ficou como 1ºsuplente por apenas três votos. Mas voltou em 1996 sendo reeleito em 2000 e 2004, completando quase duas décadas como vereador.

Na gestão pública ainda foi presidente da Fundação Municipal de Cultura “Nelson de Freitas Barbosa” de 2009 a 2010 e até Secretário Executivo do Conselho de Autoridade Portuária (CAP), ainda na época da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina – Appa.

Presença pessoal

Uma participação fundamental do amigo Alceu Caves na minha vida profissional, foi seu apoio no meu projeto de repercutir o trabalho das associações de moradores, na criação do extinto Jornal dos Bairros que, no comando da minha Jéssica Fernandes, foi regionalizado e passou circular nas sete cidades do litoral, dando lugar ao JB Litoral.

Já emocionado encerro aqui este pequeno relato do que representou e ainda representa Alceu Chaves para Paranaguá e na vida de muitas pessoas, inclusive este jornalista.

Desejo ao amigo muita paz, saúde e prosperidade e que o bom Deus o ilumine hoje e sempre.

Obrigado amigo e parabéns.

Receba notícias em seu email

Assine nossa newsletter

Obrigado por se cadastrar

Ops. Algo deu errado...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: