Drª Valeria assume Patriota e anuncia pré-candidatura à prefeita de Antonina

“Não tenho medo de perder a eleição, mas estou preparada para ganhar”, garante a vice-prefeita

Bastante confiante, bem humorada e mostrando conhecimento dos principais problemas que afligem a cidade, a vice-prefeita de Antonina, a médica Drª Valeria Regina Fernandes de Oliveira, anunciou o comando do Diretório Municipal do Patriota e anunciou sua pré-candidatura à prefeita, pela sigla nas eleições deste ano.

Ela deu a notícia na quarta-feira (05), a partir das 14 horas, numa coletiva de imprensa realizada no Camboa Resort Hotel, em Paranaguá, para veículos de comunicação do litoral.

Na oportunidade ela tornou a explicar os motivos pelos quais deixou a administração do prefeito José Paulo Vieira Azim (PSD), no primeiro ano de gestão, após ter recebido denúncias de corrupção que ela levou ao conhecimento do gestor, o qual não tomou nenhuma providência e, após isso, ela passou a sofrer retaliações na prefeitura.

Indignada com a ausência de investigação e interesse pelo gestor, de esclarecer as denúncias que envolviam licitações e seriam consolidadas mediante pagamento de propina, a vice-prefeita encaminhou os documentos para o Ministério Público do Paraná.

A partir de então, a médica sofreu perseguição, inclusive em sua atividade profissional e foi isolada pela administração até hoje.

Convite ao Patriota

O convite para se filiar ao Patriota, diz a médica, partiu do presidente do Diretório no Paraná, o deputado federal Evandro Rogerio Roman, que tem como meta lançar candidatura própria nas principais cidades do Estado.

Garantindo estar preparada para exercer o cargo, a médica diz estar feliz por sua decisão de disputar a eleição municipal e com a esperança de que o rótulo de Cidade da Propina caia por terra. “O antoninense não é má pessoa e nem bandido. Somos gente do bem e Antonina precisa derrubar esta questão da Cidade da Propina se fizermos um governo justo e honesto”, defendendo que a cidade quer mudar.

Ela ressaltou, ainda, que o município possui 18.890 pessoas, onde 3.5 mil têm emprego formal. “E o resto, como é que fica?”, questiona a médica.

“Não tenho medo de perder a eleição, mas estou preparada para ganhar”, garante a vice-prefeita. Para ela é preciso acabar com o “toma lá da cá” de grupos que se beneficiam financeiramente do orçamento, que, este ano, é de pouco mais de R$ 72 milhões.

Veja abaixo a coletiva na íntegra

Coletiva de Imprensa – Parte 1
Coletiva de Imprensa – Parte 2

Receba notícias em seu email

Assine nossa newsletter

Obrigado por se cadastrar

Ops. Algo deu errado...

One Response

  1. ELAINE GRACIA DE QUADROS NASCIMENTO 8 de fevereiro de 2020

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: